Páginas

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O Código Da Vinci, por Dan Brown



O livro é mesmo extraordinário, cada palavra e cada personagem me parece ter sido extremamente bem pensada para atuar na história. Não é possível deixar de lado toda a polêmica que envolve essa publicação, afinal, trata do começo ao fim de temas religiosos, com ênfase na Igreja Católica e pode causar horror em pessoas que levam a devoção muito a sério. 
Sou católica e nem por isso deixei de ler a narração de Dan Brown, pois o que me encanta mais é a quantidade de informação que posso absorver na leitura -ideias que eu jamais teria são expressas nessas páginas- sem falar em toda a temática de ação e mistério que faz com que você queira ler cada vez mais. No fim, toda a questão religiosa é apenas um detalhe. 
A história se trata da caçada ao Santo Graal, segredo guardado por séculos pela sociedade secreta Prioado de Sião, por Robert Langdon e Sophie Neveu, neta de um dos homens mais importantes de Paris, que foi assassinado brutamente no Museu do Louvre, onde trabalhava. Diversos outros personagens estão envolvidos nessa busca, e se cruzam no decorrer do livro, acrescentando ainda mais informações, e sempre nos deixando com uma pulga atrás da orelha. 
As partes que mais me agradaram estão nos últimos capítulos, em que muitas verdades são reveladas e um fim inimaginável acaba se concretizando, fazendo com que você sinta que a leitura realmente valeu à pena. Essa é, sem dúvida, uma ótima opção para quem quer sair da mesmice na hora de ler um livro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...